21 de setembro de 2014

2º Dia da Novena de São Miguel. Os esforços pastorais orientados para o encontro com Jesus Cristo vivo deram e continuam dando frutos.

                                
  Comentário inicial:
              Boa- noite ! Seja bem-vindo! Seja bem-vinda! Segundo Dia da Novena de São Miguel.
              Muitas vezes, quando estamos exercendo o trabalho evangelizador, ficamos angustiados porque não vemos os resultados que estávamos esperando, e isso acaba por se tornar para nós causa de desânimo. O  mais importante é evangelizar, e que sempre devemos lançar as sementes da Palavra.

Reflexão:
                       Diálogo com participação da assembléia:
Pessoa 1: Conforme as palavras do nosso papa, em sua exortação apostólica, a alegria do Evangelho  enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. Quantos se deixam salvar por Ele são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento!

Assembleia:”Com Jesus Cristo, renasce sem cessar a alegria”.

Pessoa 2: O Papa começa sua carta fazendo um pequeno “estudo bíblico” sobre a alegria, alegria que brota da experiência com Cristo e com o Evangelho. E depois de citar tantos homens e mulheres que experimentaram a alegria que vem Deus, ele nos pergunta: “Por que não havemos de entrar, também nós, nesta torrente de alegria?”

Assembleia:  “A alegria renova os corações e comunica a mensagem da salvação trazida pelo Senhor e endereçada a todas as pessoas”.

Pessoa 1:Segundo o santo padre "A grande tentação dos discípulos de Cristo é se deixarem arrastar pela tristeza, pelo desânimo". O sábio já alertava o povo de Deus: “Não se deixe dominar pela tristeza… A alegria do coração é a vida do homem… A tristeza matou a muitos e nela não há utilidade alguma” (Eclesiástico 30,21-23).

Assembleia: “A alegria cristã nasce da certeza de que o amor de Deus supera todas as dificuldades, de que Ele está no comando das nossas vidas e da história. Ela nos impulsiona a servir os irmãos e lutar contra todo mal, cheios de esperança.”

Pessoa 2: “Nossa Igreja precisa de renovação e parece que esta renovação começa com a alegria. Se nós, leigos e clérigos, levarmos a sério a exortação do Papa, nossas Igrejas, comunidades, pastorais e movimentos serão renovadas a partir de dentro, a partir da sua alma”.

Pessoa 1: O semeador do Evangelho  não estava preocupado se as sementes estavam caindo em terreno bom. Nós também não devemos lançar as sementes apenas para os que podem responder de forma positiva. A evangelização é para todos e os resultados não dependem de nós, mas da Graça
 Divina.

Assembleia: Que São Miguel, conforto dos Apóstolos de Cristo, obtende-nos alegria e constância na missão de levar o Evangelho!
Todos: Amém!

































































0 comentários:

Postar um comentário

 
Design WordPress | Desenvolvido por JAM - José Miranda | CATECOM