23 de julho de 2015

Encontro Regional de Catequese - 2º dia

O 2º dia do encontro começou às 7:00 da manhã com a celebração presidida por Dom Emanuel Messias de Oliveira e em seguida a assessora Aline Amaro falou sobre Ciberteologia: pensar a fé na era digital.
O encontro finalizou o 2º dia às 21:00 horas.
Segue abaixo alguns tópicos dos assuntos tratados no dia de hoje.
Pensar a fé nos tempos da rede.
Que sinais dos tempos nós temos hoje?
Em que tempo vivemos?
Em que lugar habitamos?
Que tipo de pessoa nós somos?
A cultura digital não suprime a identidade e diversidade das culturas locais, ao contrário, as divulga na rede para todas as partes do mundo.
A cibercultura é a própria cultura contemporânea, onde os diversos dispositivos digitais já fazem parte da nossa realidade.
A tecnologia está a serviço da humanidade ou o ser humano a serviço da máquina.
A rede consiste num sistema de pontos ou nós interligados. É uma estrutura aberta que evolui acrescentando ou removendo nós de acordo com os objetivos pessoais.
Cada ponto da rede é uma pessoa, e cada qual possui conexões próprias com diferentes outros nós. Então cada pessoa é uma rede social!
A rede é um lugar rico em humanidade, pois a rede não é constituída por fios e cabos, mas por pessoas humanas. Papa Francisco
Ciberteologia: pensar a fé na era digital.
A única estrada para poder estudar ciberteologia é a experiência: experiência de fé e da rede.
Método: experiência – reflexão –ação
Todos nós somos chamados a pensar a fé nos tempos da rede.
A ciberteologia não é uma teologia da comunicação. Não é uma teologia contextual. Mas reflete sobre a vida hipercomunicativa vivida a nível global.. dialoga o ser humano, a cultura e o mundo de hoje.
Qual o plano de Deus para a internet?




























































0 comentários:

Postar um comentário

 
Design WordPress | Desenvolvido por JAM - José Miranda | CATECOM