27 de novembro de 2013

"Vem Senhor Jesus!"

“Vem Senhor Jesus!”
A liturgia do Advento nos impulsiona a reviver alguns dos valores essenciais cristãos, como a alegria vigilante, a esperança, a pobreza, a conversão. Deus é fiel à suas promessas: o Salvador virá; daí a alegre expectativa, que deve nesse tempo, não só ser lembrada, mas vivida, pois aquilo que se espera acontecerá com certeza. Portanto, não se está diante de algo irreal, fictício, passado, mas diante de uma realidade concreta e atual. A esperança da Igreja é a esperança de Israel já realizada em Cristo mas que só se consumará definitivamente na volta do Senhor. Por isso, o brado da Igreja característico nesse tempo é “Vem Senhor Jesus!”
O tempo do Advento é tempo de esperança porque Cristo é a nossa esperança; esperança na renovação de todas as coisas, na libertação das nossas misérias, pecados, fraquezas, na vida eterna, esperança que nos forma na paciência diante das dificuldades e tribulações da vida, diante das perseguições, etc.
O Advento também é tempo propício à conversão. Sem um retorno de todo o ser a Cristo, não há como viver a alegria e a esperança na expectativa da Sua vinda. É necessário que "preparemos o caminho do Senhor" nas nossas próprias vidas, lutando incessantemente contra o pecado, através de uma maior disposição para a oração e mergulho na Palavra.
No Advento, precisamos nos questionar e aprofundar a vivência da pobreza. Não pobreza econômica, mas principalmente aquela que leva a confiar, se abandonar e depender inteiramente de Deus e não dos bens terrenos. Pobreza que tem n'Ele a única riqueza, a única esperança e que conduz à verdadeira humildade, mansidão e posse do Reino.
O Advento deve ser celebrado com sobriedade e com discreta alegria. Não se canta o Glória, para que na festa do Natal, nos unamos aos anjos e entoemos este hino como algo novo, dando glória a Deus pela salvação que realiza no meio de nós. Pelo mesmo motivo, o diretório litúrgico da CNBB orienta que flores e instrumentos sejam usados com moderação, para que não seja antecipada a plena alegria do Natal de Jesus.
Roberto Magno

Catequista e membro da Equipe de Comunicação da catequese 

1 comentários:

Anônimo disse...

O TEMPO DO AVENTO É UMA MARAVILHA, TEMPO DA ESPERANÇA.

Postar um comentário

 
Design WordPress | Desenvolvido por JAM - José Miranda | CATECOM