8 de novembro de 2014

Agentes da Pascom estudaram 3º capítulo do Diretório de Comunicação - Doc.99 da CNBB

Agentes da Pascom (Pastoral da Comunicação) diocesana estiveram reunidos na manhã do dia 8 de novembro para estudar o teceiro capítulo do Doc. 99 da CNBB (Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil). Participaram do estudo Eliana Alvarenga, Padre Adão Soares, José Aparecido de Miranda, Simone Mendanha, Sônia Mendanha, Madalena Gomes e Ronny Barroso.
O Documento é composto por dez capítulos, que tratam dos diferentes conteúdos da comunicação, são eles: 1. Comunicação e Igreja no mundo em mudanças, 2. Teologia da Comunicação, 3. Comunicação e vivência da fé, 4. Ética e Comunicação, 5. O protagonismo dos leigos na comunicação evangelizadora, 6. A Igreja e mídia, 7. Igreja e mídias digitais, 8. Políticas de comunicação, 9. Educar para comunicação e 10. Comunicação na Igreja: a atuação da Pascom. Em cada capítulo, além das reflexões apresentadas, são oferecidas pistas de ação para a formação, articulação, produção e espiritualidade da comunicação.
O Diretório é destinado aos responsáveis que atuam na comunicação eclesial e nas relações com a sociedade. O texto oferece conteúdos com referenciais comunicacionais, sociológicos, éticos, políticos, teológicos e pastorais. Todos os capítulos terminam com algumas pistas de ação prática o que facilita na aplicação do diretório nos diferentes âmbitos propostos. O Diretório terá como base quatro eixos: Formação, Articulação, Produção e Espiritualidade.

A partir do estudo do terceiro capítulo “Comunicação e vivência da fé” apresentamos aqui um breve resumo que é essencial para a compreensão da comunicação na catequese e liturgia. “A Igreja existe para Evangelizar e sua missão primordial consiste em comunicar a Boa Notícia do Reino, proclamado e realizado em Jesus Cristo. Isso implica, no mundo contemporâneo, uma pastoral em contínuo estado de missão, com novo ardor, novos métodos e novas expressões” (Nº. 64).
A fé se expressa através de ações que nascem no diálogo entre Deus e seus filhos, mediante uma comunicação que privilegia a escuta, o louvor, a fraternidade e o aprofundamento das relações humanas no contexto da comunidade eclesial. A comunidade é lugar de vivência e comunicação da fé.
Religiosidade popular, expressão de comunhão e comunicação;
Processos comunicativos e as lideranças locais;
Etapas comunicativas da catequese;
Centralidade da Palavra de Deus na catequese;
O diálogo como base da comunicação na catequese;
A importância do contexto de vida dos catequizandos na catequese;
Adaptação da linguagem para a comunicação da fé;
As possibilidades das mídias para a catequese;
Repensar a catequese a partir da comunicação;
As novas mídias no processo catequético;
Valorização da arte e cultura na catequese;
Comunicação para as pessoas com necessidades especiais;
Liturgia como lugar por excelência da experiência e da comunicação da fé;
Liturgia e linguagens da comunicação;
O cuidado com os diversos aspectos da linguagem da comunicação na liturgia;
Homilia: que o Senhor brilhe mais do que o ministro;
A música litúrgica;
O silêncio na liturgia;
Comunicação ao longo do ano litúrgico.

O próximo encontro para estudo do quarto capítulo do Diretório ficou marcado para o dia 13 de dezembro às 9 horas no salão da catedral São Miguel.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design WordPress | Desenvolvido por JAM - José Miranda | CATECOM