30 de junho de 2013

Evangelizados, evangelizadores


[...] a Igreja está também chamada a integrar a mensagem salvífica na “nova cultura” que os poderosos instrumentos da comunicação criam e amplificam. Ela sente que o uso das técnicas e das tecnologias da comunicação contemporânea é parte integrante da sua missão no terceiro milênio. João Paulo II, Carta Apostólica: O rápido desenvolvimento, 2005, nº2.
Alguns breves passos da evangelização nos nossos modernos meios de comunicação:
1.       ORIGEM EM CRISTO – Jesus disse: “Ide pelo mundo inteiro, proclamai o evangelho a toda criatura” (Mc 16,15). Este é o mandato no qual confirma a chamada para a evangelização, também no contingente digital.
2.       INTERNET, UM LUGAR, E NÃO UM MEIO – A rede não é apenas uma ferramenta, é um lugar habitado. Trata-se de evangelizar na internet, e não “uso” da internet para evangelizar.
3.       A CHAVE, O TESTEMUNHO – “Para a Igreja, o primeiro meio de evangelização é o testemunho de uma vida autenticamente cristã...” (Evangelii Nundianti, nº 41) Os conteúdos não evangelizam de forma autêntica sem o nosso testemunho explícito do amor de Deus na rede.
4.       A NOSSA FORÇA, A GRAÇA – “Sem mim nada podeis fazer” (Jo 15,5). Somente em Cristo, vivendo uma verdadeira vida cristã na fidelidade e amor à Igreja, os missionários podem dar frutos abundantes e vencer a tentação do desânimo.
5.       SOMOS POVO, COMUNIDADE – Tão significativo quanto o testemunho pessoal é o nosso testemunho comunitário. Uma comunidade de testemunhas, acolhedora e aberta, capaz de levar a Cristo todos os que desejam, tem mais força e impacto para evangelizar.
6.       EM TUDO, CARIDADE – O orgulho, a divisão e críticas sem a caridade entre os cristãos, provocam um espetáculo escandaloso que leva até mesmo ao ateísmo. Construir Igreja, pedir e trabalhar a comunhão, é uma urgência se queremos ser apóstolos de Cristo e não escravos do mal que também divide a internet e os demais meios de comunicação.
7.       ABERTOS, PARA TODOS – Evangelizar exige abrir-se ao diálogo com uma atitude humilde para com todos, não só aqueles que abraçam a fé de boa vontade, mas também aqueles que a desconhecem ou estão mais longe. Os missionários não procuram ter o sucesso pessoal, mas dar os frutos do Reino.
Roberto Magno
robertomagnum@yahoo.com.br
Joanésia-MG


0 comentários:

Postar um comentário

 
Design WordPress | Desenvolvido por JAM - José Miranda | CATECOM